Pantanal do Mato Grosso do Sul e Serra do Bodoquena: destino perfeito para Casais Aventureiros

Existem muitos casais que a aventura é o ideal na hora das férias, procurando sempre mais adrenalina para curtir a dois enquanto aproveitam a natureza em destinos fora do padrão.

Os casais aventureiros têm um prato cheio no Pantanal do Mato Grosso do Sul e Serra do Bodoquena. Essa região que compreende mais de 100 mil km² possui um ecossistema riquíssimo, diferente de quase tudo que há pelo resto do Brasil. Com milhares de espécies de aves, mamíferos, répteis, anfíbios, árvores e flores diferentes, a fauna e flora também chamam a atenção e atraem cada vez mais turistas para lá.

Partindo de Campo Grande, a capital do Mato Grosso do Sul, são 140 km de estrada até Aquidauana, a porta de entrada para o Pantanal Sul. De lá são mais 75 km até Miranda, 130 km até Bodoquena, 200 km até Bonito e 300 km até Corumbá, outros dos municípios mais importantes da região.

Para ajudar os casais aventureiros em busca de emoções, confira os principais atrativos recheados de adrenalina no Pantanal Sul e Serra da Bodoquena.


Safáris Fotográficos

Diversas fazendas e agências de turismo no Pantanal oferecem safáris para explorar ao máximo a região e observar sua biodiversidade incrível. Os passeios são feitos em veículos grandes - jipes, caminhões abertos ou picapes, em geral - para facilitar a locomoção no terreno irregular, e também para ir mais fácil aonde ficam os animais. É a expedição perfeita para fazer a dois, e que certamente vai render muitas fotos de espécies como jacarés, veados, garças, capivaras, tuiuius... e com sorte até a onça-pintada, maior estrela local.

Os safáris diurnos são bastante comuns, mas há também as opções durante a noite. Chamados de focagem noturna, facilitam o encontro com a onça, com jacarés, antas, jaguatiricas, sucuris e lobos-guarás. E na cidade de Miranda é possível visitar a base da ONG Onçafári, que visa habituar onças e outros animais aos veículos de safári e ensina aos turistas sobre as espécies em extinção.

Trilhas e Cachoeiras

Em Bodoquena, há boas opções de trilhas mata adentro - e com recompensas no fim. Afinal, é por lá que ficam as principais cachoeiras do Pantanal. E o grande destaque é a Boca da Onça, com mais de 150 metros de queda e piscina natural para se banhar.

As cachoeiras da Serra do Bodoquena são famosas no Mato Grosso do Sul, então sempre há ofertas de passeios e guias para levar até elas. Aos casais aventureiros, é uma boa pedida para se embrenhar na Mata Atlântica, entrar em contato com a natureza e conhecer uma paisagem diferente da região

Rafting e Canoagem

O Rio Formoso, próximo a Bonito, oferece a possibilidade de descer suas corredeiras de rafting. É difícil ter mais adrenalina do que isso no Pantanal, percorrendo 7 km no bote com direito a paradas para mergulho. As corredeiras são de nível II, considerado tranquilas para os iniciantes.

Se você quer curtir o passeio pelo rio, mas sem tanta emoção, vale a pena experimentar a canoagem pelo Rio Paraguai ou pelo Rio Miranda. É uma bela opção para explorar a natureza, observar os animais de perto e sem necessidade de se esforçar tanto. Algumas agências de turismo oferecem passeios em canoa canadense para até quatro pessoas juntas.

Rapel e Cascading

Lembra da Cachoeira Boca da Onça e seus 150 metros de altura? Pois é possível praticar rapel em sua encosta. O trecho de rocha para descer tem “apenas” 90 metros, mas o cenário é deslumbrante. A Serra do Bodoquena e seus encantos pode ser observado com privilégio por lá. É possível fazer o rapel próximo das quedas d’água, chamado de cascading, ou em um enorme gruta de 70 metros de altura. Os turistas podem fazer a descida individual ou em dupla; ou seja, é o programa perfeito para casais aventureiros.

Pescarias

Os passeios de chalana são muito comuns pelos rios do Pantanal. É a embarcação típica da região, e permitem apreciar a paisagem de dentro da água, além de pescar. Pescarias são oferecidas por todas as agências e fazendas, então é bem fácil de agendar. Pode não ser o programa mais radical de todos para casais, mas para dar uma pitada de emoção que tal pescar piranhas? Os peixinhos dentuços e irritadiços vivem aos montes por lá, e ainda dá para levá-los para cozinhar depois.

Cavalgadas

Uma das melhores formas de explorar as planícies do Pantanal é a cavalo. Por isso, quase todos os lugares oferecem cavalgadas aos turistas. Além de percorrer a região e ver de perto os animais, também permite que se tenha um gostinho da vida dos peões de fazenda, os famosos boiadeiros. É assim que eles tocam as boiadas, organizam o gado e os guiam pelo cenário pantaneiro deslumbrante.


Existem outros passeios menos comuns, mas que trazem muita adrenalina para a viagem. É o caso dos voos panorâmicos em pequenos aviões ou helicópteros; das expedições de 4x4 ou bicicleta em alternativa às cavalgadas; ou as vivências em aldeias indígenas para conhecer a fundo sua cultura.

E assim o Pantanal se torna um destino imperdível para o casal aventureiro em busca de novas emoções. Vem com a gente!


Conheça as Agências Especializadas em Passeios e Roteiros pelo Pantanal Sul  


* Águas do Pantanal Tour
* Buriti Viagens e Turismo
* Brazil Eco Vip
* Consciência Ecológica Viagens e Turismo
* Pioneiro Turismo

Entre em contato com elas e vem pra cá!